Eventos

O concelho de Vila de Rei tem vindo a desenvolver uma rede de percursos pedestres reveladores da sua riquíssima realidade paisagística. Desde as pequenas às grandes rotas oferecem-se múltiplas possibilidades que vêm atraindo cada vez mais forasteiros entusiastas das boas caminhadas.
A ZêzereTrek acompanha naturalmente e apoia esta “onda“ e vem agora oferecer um percurso inédito com a visita a duas das principais elevações do concelho.
“NA ROTA DA GEODESIA” serão visitados “A PENA“ e a “MARIA TOMÉ“ duas elevações acima dos 500 metros das quais é possível observar um horizonte de 360º com uma variedade paisagística impressionante.
Devido às características do percurso em que predomina o verde da floresta serão utilizados alguns trilhos expressamente abertos para o efeito. O percurso estará marcado no terreno de forma evidente para orientação dos participantes, apesar de todo o cuidado da organização que prestará apoio ao longo dos cerca de 10 Kms deste percurso. O grau de dificuldade é 2,3 em 98% do percurso, havendo uma surpresa para os mais aventureiros nos 2% restantes… embora com alternativa.
A ascensão à Maria Tomé será realizada após o almoço na Seada com tempo para a observação de uma vista fantástica de toda a região e permitir fotos incríveis para recordar… e enviar aos amigos.

Programa:
9h00 – Concentração dos participantes no Parque da Ribeira da Vila (Em frente às piscinas municipais e GNR);
9h00 – 9h15 – Briefing;
9h15 – Partida para a Rota da Geodesia;
11h00 – Hora prevista de chegada à Pena/Reagrupamento;
11h15 – Continuação da Rora da Geodesia
13h30 – Chegada prevista à Seada para almoço buffet;
14h00 – Partida para a Maria Tomé (percurso com 800m);
15h30/16h00 – Regresso a Vila de Rei em transporte

 

O valor da actividade inclui seguros, acompanhamento com Guias, almoço e transporte de regresso a Vila de Rei (cortesia do Município de Vila de Rei).

ZêzereTrek quer dar a conhecer aos Participantes desta actividade, o motivo pelo qual o Rio Zêzere é assim chamado, assim como dar a conhecer mais uns locais de interesse neste território do Interior.
Este percurso surpreende pela riqueza da flora que vamos encontrando, podendo mesmo encontrar-se espécies que são verdadeiras testemunhas de outras eras.
A água é também um elemento constante, ora presente em pequenos ribeiros que correm por curiosas formações geológicas ora descansando tranquilamente na albufeira de Castelo de Bode.
Haverá ainda oportunidade de descobrir o encanto de aldeias ribeirinhas como a de Moinhos da Ribeira.
Para retemperar forças a ZêzereTrek oferece um pequeno lanche matinal com produtos regionais.
O percurso, circular, tem um grau de dificuldade fácil e duração prevista de 4 horas.

O ponto de encontro será junto à antiga Escola Primária da Quintã (GPS :Latitude: 39° 47′ 25.44″ N; Longitude.: 8° 11′ 55.356″ W)

Programa:
9H00 – Início do passeio;
13H00 – Final do passeio.

O valor da actividade  inclui acompanhamento com Guia, lanche a meio da manhã com produtos regionais e seguros.

Dia 21 de Setembro, propomos um percurso pedestre pelo antigo trilho conhecido como “Dornes Verde”, que deu origem ao actual PR1 – A Vigia do Zêzere, na emblemática Vila de Dornes, no Concelho de Ferreira do Zêzere.
Com início na localidade de Dornes atrás mencionada, o passeio tem diversos atrativos, entre os quais se destacam as diferentes paisagens que se vão poder vislumbrar, assim como curiosidades botânicas locais.
O percurso da manhã terminará com um almoço servido num dos mais conhecidos restaurantes locais, na localidade de Vale Serrão. Após o almoço, os participantes terão a oportunidade de apreciar a visão desta paisagem desde a barragem de Castelo de Bode, no barco que os levará especialmente de Vale Serrão até Dornes.

Programa:
9H30 – Início do passeio. Concentração junto à Igreja de Nossa Senhora do Pranto (GPS: Latitude: 39°46’17.95″N; Longitude: 8°16’9.78″W);
13H00 – Almoço;
14H30 – Passeio de barco;
15H30 – Final da actividade.

O valor da actividade é 35 euros por pessoa, incluindo acompanhamento com Guia, almoço, passeio de barco e seguro.

A ZêzereTrek propõe um percurso pelo património natural das Arribas do Tejo, num percurso que atravessa a Barragem de Belver, a centenária ponte férrea e a praia fluvial do Alamal.
Tal como o título da actividade menciona, este percurso desenvolve-se ao longo das arribas do rio Tejo, envolvendo as freguesias de Belver e Gavião. Os Participantes terão oportunidade de fazer duas travessias pelo rio: uma na barragem de Belver e outra na centenária ponte férrea. Ao longo do trilho destacam-se as vistas panorâmicas sobre o castelo de Belver, as águas negras do rio, a famosa Anta do Penedo Gordo e as fadagosas do Gavião. Outro dos pontos de interesse é a praia fluvial do Alamal, assim como um extenso passadiço em madeira que permite percorrer as suas margens até Belver.  O passeio terminará com um delicioso almoço.

Programa:
9H30 – Concentração junto à Igreja matriz de Belver(GPS: Latitude: 39°29’39.85″N; Longitude: 7°57’31.46″W);
9H45 – Início da actividade, com paragem nos vários pontos de interesse;
13H30 – Almoço

Final da Actividade

O valor da actgividade inclui passeio pedestre, um pequeno lanche durante a actividade, seguros, acompanhamento com Guia e almoço.

À semelhança do que a ZêzereTrek já tem feito no passado, esta é mais uma das nossas edições “Off Track”  que propomos para dar a conhecer recantos quase desconhecidos do Centro de Portugal, neste caso, a aldeia de Quebrada do Meio.
Esta localidade, erguida no Morro de São Simão, pertencente à Freguesia de Chãos, Ferreira do Zêzere, está inserida num espaço pertencente à Rede Natura 2000, a rede ecológica  que tem como finalidade assegurar a conservação a longo prazo das espécies e dos habitats mais ameaçados da Europa, contribuindo para parar a perda de biodiversidade.

A área que vamos descobrir integra-se no Sítio Sicó-Alvaiázere caracterizado pela elevada densidade de habitats associados ao substrato calcário. Inclui as maiores e mais bem conservadas áreas do país de carvalhal de carvalho-cerquinho e manchas notáveis de azinhais sobre calcários, em bom estado de conservação. Merecem destaque os habitas rupícolas, ricos em flora diversa, tais como os prados com comunidades de plantas suculentas e os arrelvados vivazes, com abundância de orquídeas. Tudo isto pode ser apreciado ao longo deste percurso de verdadeira descoberta.
De referir ainda a importância que tal aldeia teve no passado, destacando a presença romana na região, como comprovam os vestígios presentes no local.
São muitos os motivos pelos quais este território merece a vossa visita e, claro, melhor ainda na nossa companhia.

Programa:

9H30 – Concentração junto à Capela de Quebrada de Cima (GPS: Latitude: 39°44’45.86″N; Longitude: 8°25’31.52″W);
9H45 – Início da actividade, com paragem nos vários pontos de interesse;
13H00 – Final da Actividade;

O valor da actividade inclui o passeio pedestre, um pequeno lanche, seguros e acompanhamento com Guia.

A ZêzereTrek lançou este ano mais uma selecção de edições “Off Track” incluindo um leque de atividades diferentes e inovadoras. Entre elas  conta-se uma modalidade de  trekking  diferente do habitual, que denominamos Aquatrail.

Esta atividade será realizada dentro da Ribeira de Codes, a mesma que faz a fronteira entre os concelhos de Vila de Rei e do Sardoal.
Ao longo destas águas frescas e límpidas, podemos encontrar azenhas abandonadas, antes usadas para moer os cereais produzidos na região. Hoje em dia alimentam a Praia Fluvial do Penedo Furado, um local de lazer e de mergulhos, que recentemente, tem atraído mais visitantes graças aos novos passadiços que conduzem às cascatas com o mesmo nome.
É uma ótima atividade para quem gosta de estar em contacto íntimo com a natureza, pois ao longo do percurso encontramos uma vasta biodiversidade e podemos contar com a presenta de aves canoras que nos vão brindando com o seu colorido e musicalidade. É também uma excelente oportunidade para apreciar “por dentro” a exuberante galeria ripícola, pontuada por amieiros, choupos e salgueiros.
Para esta atividade é aconselhado o uso de calçado aquático (não aconselhamos chinelos) e calções curtos. Como informação adicional destacamos que existem partes do percurso que serão percorridas fora da ribeira.
No final da atividade, em ambiente de descontração, será servido um pequeno lanche com produtos locais.

Programa:

9H30 – Concentração junto à Praia Fluvial do Penedo Furado (GPS: Latitude: 39°37’32.43″N; Longitude: 8° 9’43.41″W);
9H45 – Início da actividade, com paragem nos vários pontos de interesse;
13H00 – Final da actividade;

O valor da actividade inclui  lanche com produtos regionais após a actividade, seguros e acompanhamento com Guia.

A ZêzereTrek propõe um percurso pelo património natural das Arribas do Tejo, num percurso que atravessa a Barragem de Belver, a centenária ponte férrea e a praia fluvial do Alamal.
Tal como o título da actividade menciona, este percurso desenvolve-se ao longo das arribas do rio Tejo, envolvendo as freguesias de Belver e Gavião. Os Participantes terão oportunidade de fazer duas travessias pelo rio: uma na barragem de Belver e outra na centenária ponte férrea. Ao longo do trilho destacam-se as vistas panorâmicas sobre o castelo de Belver, as águas negras do rio, a famosa Anta do Penedo Gordo e as fadagosas do Gavião. Outro dos pontos de interesse é a praia fluvial do Alamal, assim como um extenso passadiço em madeira que permite percorrer as suas margens até Belver.

Programa:

9H30 – Concentração junto à Igreja matriz de Belver(GPS: Latitude: 39°29’39.85″N; Longitude: 7°57’31.46″W);
9H15 – Início do passeio com paragem nos vários pontos de interesse;
13H30 – Final da Actividade;

Esta actividade  inclui passeio pedestre interpretativo, um pequeno lanche durante a actividade, seguros, acompanhamento com Guia e almoço.

Assim que o calor volte a convidar à prática de actividades aquáticas, a ZêzereTrek convida-o a aprender uma modalidade pouco frequente na albufeira de Castelo de Bode, o Stand Up Paddle.

Stand Up Paddle – conhecido como SUP – é a arte de deslizar na água em cima de uma prancha com a ajuda de uma pagaia (remo) e é um dos melhores desportos para trabalhar o equilíbrio e todos os músculos do corpo.
É uma forma antiga de surf das ilhas havaianas, e ressurgiu como uma maneira para as pessoas poderem desfrutar e explorar, oceanos, lagos e rios, podendo ser praticado em qualquer plano de água.
É uma actividade para todas as pessoas sem excepção, desde os mais novos aos mais idosos, todos podem aprender esta prática.

O curso de iniciação inclui seguros e apoio com uma embarcação durante as aulas e um pequeno reforço alimentar.

Para os interessados também podemos providenciar almoço ou lanche.

O Ponto de Encontro para a Actividade é a Praia Fluvial de Fernandaires, em Vila de Rei.

O território de Vila de Rei é rico em vestígios da exploração aurífera romana e, no passado mais recente, da mineração da prata. Para lhe dar a conhecer toda a história e técnicas utilizadas, a ZêzereTrek propõe um percurso interpretativo (com base na GR44) em que esta temática servirá de mote para uma excelente actividade, emoldurada por uma natureza espectacular.
O percurso tem uma duração de 3 horas e meia, com pequenas paragens técnicas para um reforço alimentar.

Programa:
9H30 – Início da Actividade. Ponto de Encontro – Praia Fluvial do Penedo Furado (GPS: Latitude: 39°37’31.33″N; Longitude: 8° 9’44.25″W);
13H00 – Final do Percurso em Vila de Rei.

Dado que se trata de um percurso linear, a ZêzereTrek assegura transporte de regresso ao local de início do passeio.

O valor da actividade inclui seguro, reforço alimentar, acompanhamento com Guia e transporte de regresso ao início do passeio.

Sendo a Serra da Estrela o berço do Rio Zêzere, a ZêzereTrek não podia deixar de o levar a esta região, onde o rio e o território envolvente têm muito para mostrar.
Propomos um fim-de-semana recheado, onde vamos dar a conhecer duas perspectivas diferentes de Manteigas: a visão do Planalto Central, com a sua flora e geologia particulares e o Vale de Beijames, vale magnífico, dos mais interessantes da Serra da Estrela, caracterizado na sua parte superior por uma zona planáltica acompanhada por vertentes suaves que se alongam entre os marcos geodésicos dos Poios Brancos e Curral do Vento.
Os percursos propostos são uma combinação concebida pela ZêzereTrek, tendo por base trilhos pré-existentes, mas seleccionados de forma a proporcionar-lhe uma experiência original onde poderá desfrutar das características mais marcantes da Serra da Estrela.
As actividades serão sempre acompanhadas por Guias com formação em Ciências Naturais e Montanhismo, que lhe desvendarão as curiosidades da flora e fauna que vai encontrando ao longo do percurso.

Sábado (13/04/2018) – Pelo Vale de Beijames

O Vale de Beijames tem o nome do rio que o percorre – o Beijames, afluente do rio Zêzere que nasce na zona dos Poios Brancos, a 1431 metros de altitude e desagua no Zêzere. É um dos mais interessantes vales da Serra da Estrela, caracterizado na sua parte superior por uma zona planáltica, acompanhada por vertentes suaves que se alongam entre os marcos geodésicos dos Poios Brancos e o Curral do Vento. A maior altitude, ainda se assiste a uma agricultura típica desta zona de montanha, bem como a pastorícia que caracteriza o cenário natural desta região.

Programa:
9H00 – Início da Actividade. Ponto de Encontro: Largo de Santo António, na localidade de Verdelhos (Coordenadas GPS: Latitude 40°22’31.83″N; Longitude 7°28’11.59″W:)
16H00 – Final da Actividade.

Domingo (14/04/2018) – Rota da Lagoa do Cântaro

Para este dia percorreremos uma rota marcada pela ZêzereTrek e autorizada pelo ICNF, num dos locais mais emblemáticos do Maciço Central. Trata-se de um percurso técnico, com um grau de dificuldade médio/alto, mas que contará com o apoio dos Guias da empresa.
Vai ficar certamente deslumbrado por este cenário natural, pois na paisagem surgem recortes por entre a vegetação, originados pelo pastoreio, que convive harmoniosamente com variadas espécies de fauna e flora. Devido à sua elevada altitude, o Maciço Central constituiu um local único no país, contribuindo para a existência de espécies raras e ancestrais.
Terá ainda a oportunidade de conhecer vários ambientes aquáticos, formados pela conjugação de elevados níveis de precipitação com particularidades da topografia do terreno, e que constituem elementos de grande interesse biológico.

Programa:
9H00 – Início da Actividade. Ponto de Encontro: Covão d’A Metade (Coordenadas GPS: Latitude 40°19’40.95″N; Longitude 7°35’13.51″W:)
13H00 – Final da Actividade.

Em qualquer uma destas actividades, recomendamos roupa e calçado adequado para a época do ano, bem como um reforço alimentar, apesar da ZêzereTrek disponibilizar um lanche aos Participantes.

Se optar pela realização de apenas uma actividade, o valor é de 12,00 euros.

Qualquer das opções inclui acompanhamento com Guias especializados, seguros e lanche a meio dos percursos.